Antígona Recortada

Duas antígonas recortadas, constituídas de partes desconexas. Resultado direto de décadas, onde a luta de classes e o tema dos direitos desenham a realidade brasileira direta ou narrando a própria história em fragmentos, percorrendo diferentes épocas, evocada pela dramaturgia sonora que as arremessa numa linha temporal, onde os conflitos da trama são situados cada um,Continuar lendo “Antígona Recortada”

GALÁXIAS de HAROLDE DE CAMPOS

GALÁXIAS e começo aqui e meço aqui este começo e recomeço e remeço e arremesso e aqui me meço quando se vive sob a espécie da viagem o que importa não é a viagem mas o começo da por isso meço por isso começo escrever mil páginas escrever milumapáginas para acabar com a escritura paraContinuar lendo “GALÁXIAS de HAROLDE DE CAMPOS”

SOBREMUNDO – DE PASSAGEM

Seguindo ainda a premissa de obter imagens refletidas e translúcidas no mesmo fotograma, este trabalho em Preto&Branco, realizado no metrô paulistano, visa mostrar com certa dramaticidade, como reaje (e registra) um olhar bombardeado por uma imensa quantidade de informação. Por estarmos apenas DE PASSAGEM, sempre, fazemos questão de não registra-las. Giorgio D´Onofrio

SOBREMUNDO – ENTREMEIOS

OS MEIOS QUE TRANSITAM EM NOSSAS MENTES Os Meios que sentimos possuem conteúdos particulares, sejam literaturas, sonoridades ou imagens, porém cada um com seus signos. As informações coletadas sensitivamente pelo demais, como o tato, o olfato, o paladar, nos fornecem filtros interpretativos da realidade, e assim atualmente resumamos nossas verdades em imagens. Embora tornem-se holofotesContinuar lendo “SOBREMUNDO – ENTREMEIOS”

REALIDADES ATEMPORAIS

Sentir uma imagem, é criar uma realidade, dentre as muitas possíveis. Para ser mais sincero, esta foto não foi feita, com efeitos especiais ou recursos digitais. Nada que reflexos em vitrines, não sejam interessantes. Seja em qual ambiente estivermos, seremos do modo como nos enchergam, independentemente do quê somos para nós mesmos,   embora isto,  já seja um outra imagem/realidade. Cada objeto,Continuar lendo “REALIDADES ATEMPORAIS”

Quem inventou a Fé ?

Velas,  A Luz, Santos O Homem Intensões A Fé Quem inventou a Fé ? A que devemos esta Luz, que para uns chama-se Vela, e que para outros,  chama-se Fé ?De referências em experimentações , o sobrenatural se apresenta e o Divino faz Sua obra, Seja ela à Luz da Fé,  ou na dor ofertada aos pésContinuar lendo “Quem inventou a Fé ?”